Hoje as brincadeiras estão liberadas! | AK Realty AK Realty Hoje as brincadeiras estão liberadas! | AK Realty

Hoje as brincadeiras estão liberadas!

LIF-0008-16C_BLOG

Hoje pode pregar peça nos amigos, e sabe por quê? Porque estamos comemorando o dia internacional da #zoeirasemlimites, Dia da Mentira! Algumas pessoas não poupam esforços para celebrar a data, e o resultado são armações tão memoráveis que se tornam até famosas.

Um desses exemplos, que se tornou clássico (mas de gosto duvidoso), aconteceu aqui mesmo no Brasil, em 1848. Um jornal pernambucano da época, sugestivamente chamado de “A Mentira”, noticiou o falecimento de Dom Pedro II, então imperador do Brasil. A repercussão foi tão caótica que o periódico precisou desmentir o fato dois dias depois, afinal, Dom Pedro II só faleceria realmente em 1891, mais de 40 anos depois.

Outros que levam ‘bem a sério’ as comemorações do Dia da Mentira são os ingleses. Em 1957, o canal de televisão BBC, em um programa chamado Panorama, exibiu uma reportagem sobre uma plantação suíça de árvores de espaguete que havia dado uma colheita gigantesca. Não precisamos nem mencionar o número de pessoas que se interessaram em plantar árvores de macarrão, não é mesmo?

Outro exemplo das brincadeiras de 1º de abril, dessa vez mais contemporâneo, veio do descolado Google, que em 2000 chocou o mercado ao anunciar o MentalPlex, um recurso do buscador que supostamente leria sua mente para indicar os resultados de pesquisa desejados – ou seja, não era necessário que a pessoa digitasse o que estava a fim de saber na barra de busca. Nem precisamos dizer que milhares de pessoas caíram no trote, que nada mais era do que o início da participação da empresa nos tradicionais trotes de 1º de abril.

Mas qual a origem desse tal Dia da Mentira, você deve se perguntar… Isso não é muito exato. Uma vertente diz que a brincadeira surgiu na França, onde, desde o começo do século XVI, comemorava-se o Ano Novo dia 25 de março, que marcava a chegada da primavera. Mas em 1564, após a adoção do calendário gregoriano, o então rei da França, Carlos IX, instituiu a comemoração do Ano Novo no dia 1º de janeiro. Alguns resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1º de abril. Muitos trotes passaram a ser aplicados nos resistentes, como convites para festas que nunca existiram, afinal, o Ano Novo não mais acontecia naquela data. Daí originou-se o “April Fools”, Dia dos Tolos, que, mais tarde, no Brasil, viraria o Dia da Mentira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>