ESTÁTUA É CULTURA EM MOVIMENTO. | AK Realty AK Realty ESTÁTUA É CULTURA EM MOVIMENTO. | AK Realty

ESTÁTUA É CULTURA EM MOVIMENTO.

LIF-0008-16G_BLOG

Com mais de 10 milhões de visitantes por ano, o MUSEU DO LOUVRE é, de longe, o mais famoso. A imensa construção parisiense já foi fortaleza, palácio da realeza francesa, e até cenário de filmes como “O Código da Vinci”. Hoje, guarda a Mona Lisa, a Vênus de Milo e um dos acervos mais incríveis de arte, história e cultura do planeta.

Em Roma, não deixe passar batido o belo MUSEU DO VATICANO. Além das valiosas peças de arte e antiguidades – colecionadas ao longo de séculos pelos pontífices romanos –, há galerias com obras egípcias, etruscas, renascentistas e contemporâneas. E a visita termina com grande estilo e emoção na Capela Sistina, finalizada por Michelangelo em 1512.

Inaugurado em 1872, O METROPOLITAN de Nova York (“Met” para os mais íntimos) guarda a maior coleção de arte egípcia fora do Cairo e mais de 2 milhões de obras de arte permanentes, que abrangem 5 mil anos de história. Destaque para as pinturas europeias dos séculos XII a XX, mais as antiguidades da Grécia, de Roma e do Oriente.

A chamada Pedra da Roseta, fragmento do Egito Antigo, foi a peça que possibilitou a tradução dos hieróglifos. Ela está no MUSEU BRITÂNICO de Londres, ao lado de sarcófagos, manuscritos medievais, joias persas, armaduras, máscaras astecas e moedas helenísticas, entre outras preciosidades históricas. Foi fundado em 1753, e a entrada é gratuita.

O PRADO, museu mais importante da Espanha, fica em Madrid e tem mais de 17 mil obras. O destaque fica por conta de Velázquez e Goya, mas ainda há pinturas e esculturas inesquecíveis de artistas franceses, alemães, flamencos e italianos. O mais legal é que você pode fazer uma visita virtual pela internet e conhecer cerca de 2 mil obras.

Claro que há muitos outros museus interessantes, como o MASP, o MAM, o MIS e o MUSEU DO FUTEBOL, em São Paulo. E outros bizarros, como o MUSEU DA BATATA FRITA, na Bélgica, o MUSEU DOS TOALETES, na Índia, e o MUSEU DAS RELAÇÕES TERMINADAS, na Croácia. Mas fazer o quê? É cultura também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>