Canibais e italianos, Vera Cruz e Maróstica. | AK Realty AK Realty Canibais e italianos, Vera Cruz e Maróstica. | AK Realty

Canibais e italianos, Vera Cruz e Maróstica.

AF_AKR_0012-16_Post_BLOG

Salve-se quem puder: em 1550, havia índios canibais vivendo na região de São Bernardo do Campo. Um desafio e tanto (e um susto também) para os jesuítas, desbravadores e catequizadores da época.

O núcleo urbano do município nasceu e se desenvolveu a partir da sua primeira Igreja Matriz, inaugurada em 1812.

Uma das cidades irmãs de São Bernardo do Campo fica a somente 70 km de Veneza: chama-se Maróstica. A outra é a japonesa Tokuyama.

O título de “Capital do Automóvel” é de São Bernardo do Campo, e tem sua origem a partir dos anos 1950. Além de receber o primeiro parque automobilístico brasileiro, a cidade foi sede das primeiras montadoras do país.

João Ramalho fundou São Bernardo do Campo. Aventureiro, rústico e líder, ele acabou se casando com a filha do cacique Tibiriçá, da tribo Guaianases. A índia se chamava Bartira e, segundo dizem, era uma beldade.

Em 1949, Franco Zampari e Francisco Matarazzo Sobrinho abriram os estúdios da Vera Cruz, mais importante parque cinematográfico que o Brasil já teve. Foi cenário de mais de 20 filmes, entre eles “O Cangaceiro” e “Tico-tico no Fubá”.

Quem mora, trabalha ou está visitando uma cidade ao pé da serra não pode se esquecer do casaquinho. A temperatura em São Bernardo do Campo chega a ser, em média, 3ºC inferior à da capital. No cenário de aquecimento global, até que é uma vantagem.

A cidade começa a ganhar fama de “Capital dos Móveis” a partir dos anos 1920. Nesses tempos, as fábricas e serralherias dos italianos ficavam próximas ao Riacho Grande, e não na Rua Jurubatuba, que hoje é a referência do setor moveleiro.

Aliás, é ali, colado à Rua Jurubatuba, que está sendo construído o empreendimento residencial Start São Bernardo, um dos atuais exemplos de modernidade urbana e qualidade de vida que a cidade conquistou. Vale conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>